Slots VIP do casino Jimei com desempenho abaixo do pretendido

Slots VIP do casino Jimei com desempenho abaixo do pretendido

A taxa de adesão de 100 mil dólares de Hong Kong foi abandonada pelo casino devido à escassez de clientes. Os responsáveis pelas operações no clube, mantêm-se, no entanto, confiantes de que o novo conceito vai acabar por vingar nos próximos meses.

A ideia era dar um abanão nas receitas de jogo minguantes com uma nova estratégia de marketing envolvendo um conceito inovador. A sala de caça-níqueis VIP que o casino Jimei lançou no mês passado para tentar recuperar alguns grandes apostadores, com o apoio de promotores de jogo (junkets), não pegou logo à primeira.

O casino – que opera sob uma licença da SJM Holdings – inaugurou em Janeiro o seu Grand Prize VIP Club, com um total de 130 slot machines, e decidiu lançar um programa de adesão para atrair junkets e apostadores endinheirados. O arranque, contudo, foi abrandado por um obstáculo que se revelou mais difícil de transpor do que a operadora estaria inicialmente à espera: convencer os promotores e os jogadores VIP a tentar a sua sorte com as slots, reporta o portal World Casino News.

Tradicionalmente, os casinos de Macau obtêm mais de metade das suas receitas brutas de jogo através do segmento VIP do mercado de apostas, dependendo em grande parte do trabalho de promoção dos junkets para garantir um afluxo regular de grandes apostadores. No entanto, estes jogadores, oriundos sobretudo da China Continental, sempre demonstraram interesse em tentar a sorte nas mesas de bacará e nunca mostraram grande inclinação pelo jogo nas máquinas slot.

A debandada dos grandes apostadores, na sequência da campanha anti-corrupção lançada pelo Governo de Pequim, levou o casino Jimei a tentar diversificar a sua oferta para o segmento VIP com uma sala de slot machines exclusivas para alterar a tendência. Um mês volvido após o pontapé de saída nas operações, o casino já decidiu reduzir as suas quotas de inscrição, numa tentativa de atrair mais clientes. O clube chegou a cobrar uma taxa de adesão de 100 mil dólares de Hong Kong (103 mil patacas), mas a falta de clientela levou o casino a abandonar o esquema de adesão e a considerar mesmo a hipótese de permitir aos clientes realizarem apostas nessas máquinas com jogadas a partir de apenas um dólar de Hong Kong.

Apesar do fraco começo, o Jimei deverá continuar a insistir na sua sala de slots VIP. Zhang Zheng, responsável pelas operações no clube, mantém-se confiante de que o novo conceito vai acabar por vingar nos próximos meses. “Operar uma sala VIP de bacará, nos dias que correm, mal permite obter qualquer lucro. Estou confiante em como a sala de slots VIP pode ter um bom desempenho porque enfrenta menos concorrência”, afirmou.

Fonte: Ponto Final

VISITE-NOS

Related Posts

Leave A Response

Example Skins

dark_red dark_navi dark_brown light_red light_navi light_brown

Primary Color

Link Color

Background Color

Background Patterns

pattern-1 pattern-2 pattern-3 pattern-4 pattern-5 pattern-6

Main text color