MACAU: Mercado de massas em declínio há nove meses

Mercado de massas em declínio há nove mesesEmbora a atenção de analistas e investidores continue centrada no segmento VIP, o impacto das quebras nas apostas depositadas nos casinos de Macau alastra-se cada vez mais ao mercado de massas. Impulsionado pelo recorde obtido em Fevereiro, com as receitas brutas a atingirem 38.007 milhões de patacas, o bom arranque do sector no ano passado foi suficiente para manter o sinal positivo na contabilidade total do mercado de massas em 2014, no entanto, os sinais de declínio acentuaram-se a partir do segundo trimestre conduzindo mesmo, pela primeira vez, a um decréscimo homólogo num ciclo de seis meses.

Dados da Direcção de Inspecção e Coordenação de Jogos indicam que as receitas brutas do bacará VIP diminuíram 10,9% para 212.535 milhões de patacas no cômputo geral de 2014, face ao ano anterior. Num ano marcado pela primeira quebra geral (menos 2,56%) desde a liberalização do sector, as salas destinadas a grandes apostadores geraram assim 60,46% do total dos casinos (351.521 milhões), ficando aquém dos 66,12% de 2013, ano em que cresceram 13,12%.

Já no mercado de massas, incluindo mesas comuns e “slots”, os casinos de Macau encaixaram 138.986 milhões de patacas no ano passado, o que traduz uma subida homóloga de 13,71% e uma quota de 39,54% (mais 5,66 pontos). Todavia, este crescimento anual foi mais evidente nas mesas (mais 15,49%) do que nas “slots” (mais 0,42%) e situou-se aquém do acréscimo de 31,02% conquistado entre 2013 e 2012.

Uma análise pormenorizada às estatísticas oficiais revela, no entanto, que o desempenho trimestral do mercado de massas tem vindo a cair desde o final de Março, sendo que na segunda metade de 2014 verificou-se inclusive uma descida homóloga de 1,52% para 65.605 milhões de patacas, facto que ocorre pela primeira vez desde a liberalização do jogo em termos de ciclos de seis meses. Por outro lado, aquele montante reflecte uma descida de 10,6% relativamente aos primeiros seis meses do ano transacto.

Na primeira metade de 2014, os mercados VIP e de massas subiram 3,34% e 31,97% para 119.705 milhões e 73.381 milhões de patacas, respectivamente, em termos anuais. Entre Julho e Dezembro, as setas dos dois gráficos também seguiram a mesma direcção, mas desta vez em sentido descendente, sendo que só as receitas VIP sofreram quebras de 24,33% (anual) e 22,45% (trimestral) ao totalizarem 92.830 milhões de patacas.

Um cruzamento de dados feito pelo JORNAL TRIBUNA DE MACAU mostra ainda que os 29.521 milhões de patacas gerados pelas salas comuns e “slot-machines” entre Outubro e Dezembro equivalem a decréscimos de 16,2% e 18,19%, respectivamente, face ao mesmo período de 2013 e aos três meses anteriores. No mesmo período, se por um lado as receitas das salas VIP desceram 29,02% para 46.059 milhões no intervalo de um ano, por outro, apenas sofreram uma queda residual (1,52%) em comparação com os 46.771 milhões do trimestre encerrado em Setembro.

Nos espaços de jogo para as massas, o panorama até parecia desanuviado no primeiro trimestre, com as receitas brutas (37.137 milhões) a espelharem subidas de 35,20% e 5,42% nas variações anual e trimestral, porém, os tons cinzentos começaram a pairar entre Abril e Junho, quando a facturação caiu 2,40% para 36.244 milhões em relação aos três meses iniciais apesar de se manter em alta na evolução anual (mais 28,81%).

Este afrouxamento, que coincidiu, em Junho, com a primeira quebra homóloga de todo o sector do jogo desde 2009, prosseguiu entre Julho e Setembro com a “fatia” das massas a recuar 0,44% para 36.084 milhões de patacas na variação trimestral e a subir 14,95% relativamente ao período correspondente de 2013.

Englobando todos os segmentos, em termos homólogos, as receitas dos casinos subiram 19,83% e 5,48% no primeiro e segundo trimestres, chegando ao final de Junho com um acréscimo acumulado de 12,6%. A situação inverteu-se nos trimestres seguintes, com descidas de 7,10% e 24,51% que deixaram um sinal vermelho nas contas semestrais (menos 16,31%).

Apesar de se mostrarem menos disponíveis para desafiar a sorte em Macau em 2014, os jogadores não oscilaram na hora de escolher a modalidade da aposta. O bacará manteve-se assim como o jogo que gerou receitas elevadas, ao movimentar 319.062 milhões de patacas no conjunto dos dois segmentos de mercado, o que representa uma queda de 3,35% mas equivale a 90,77% do total das receitas dos casinos.

Apostas sobem no futebol mas caem nos galgos e cavalos

Fora do universo dos casinos, as receitas mantiveram níveis pouco expressivos. O grande destaque deve ser atribuído às apostas no futebol, cujas receitas brutas aumentaram 42,72% para 598 milhões de patacas. Fomentada pelo crescimento de 21,73% para 6.040 milhões de patacas no volume das apostas feitas na Macau Slot, esta subida já era esperada atendendo ao impacto do Mundial de Futebol, que decorreu no Brasil entre Junho e Julho.

Em contrapartida, no Canídromo, registou-se a quarta quebra anual consecutiva, com as receitas das corridas de galgos a recuarem 18,54% para 145 milhões de patacas e o montante apostado a descer 19,3% para 690 milhões de patacas.

O valor apostado no basquetebol também caiu 14,81% para 2.078 milhões de patacas, com as receitas brutas a quedarem-se pelos 138 milhões (menos 8%).

Já a facturação das lotarias chinesas subiu 20% mas o seu valor não chega a ser uma “gota no oceano” do jogo: seis milhões de patacas.

Empresa de “junkets” deve fechar pelo menos quatro salas VIP

Apontada como uma das cinco maiores operadoras “junkets”, a empresa “David Group” deverá fechar quatro das salas VIP que gere em Macau, indicou a “Daiwa Capital Markets”. De acordo com o “South China Morning Post”, os analistas da consultora especificaram, numa nota aos clientes, que a medida envolve pelo menos os espaços de jogo instalados nos casinos Wynn e MGM. Já a “Nomura Securities” considera que estará iminente o encerramento de todas as salas da “David Group”, o que incluiria também os casinos L’Arc, Galaxy Macau e Four Seasons. No seu site, o grupo de “junkets” é parco em informações, referindo apenas que iniciou operações em 2004 e gere “sete salas VIP em vários hotéis e resorts internacionais em Macau”. Segundo a “Nomura”, a “David Group” absorve entre três a cinco por cento do total das receitas VIP e o valor mínimo para abertura de contas nas suas salas atinge 100 mil dólares de Hong Kong.

Fonte: Tribuna de Macau

CONHEÇA A 3ª REVISÃO DO SÍTIO DO “JOGO RESPONSÁVEL” (2004-2014)… AQUI

JOGO RESPONSAVEL 820

  Gostar do “Jogo Responsável” … aqui


 DESDE 2004

JOGO REMOTO   Observatório do Jogo Remoto.   Jogo Responsável   Jogo Excessivo   Regulação   Fraude Desportiva.   Responsible Gambling
 
OJR   Visite o Observatório do Jogo Remoto, provavelmente a maior base de dados existente, sobre jogo online… aqui
 
OJR   Conheça e acompanhe o desenvolvimento do nosso projeto europeu … aqui
 
  Visite a nossa página no facebook … aqui

Related Posts

Leave A Response

Example Skins

dark_red dark_navi dark_brown light_red light_navi light_brown

Primary Color

Link Color

Background Color

Background Patterns

pattern-1 pattern-2 pattern-3 pattern-4 pattern-5 pattern-6

Main text color